TRIANGULO DO TACUL [contamine-negri]

O Triangulo do Tacul situa-se na face norte do Monte Branco do Tacul, maciço do Monte Branco, Chamonix.

É uma evidente zona rochosa completamente identificável quando se chega via a Agulha do Midi .

Apesar de se considerar uma via do Triangulo do Tacul esta via praticamente só toca neste duas ou três vezes. É a primeira que passa nos seracs que descem do cimo do Monte Branco do Tacul.

TRIANGULO DO TACUL [contamine-mazeaud]

O Triangulo do Tacul situa-se na face norte do Monte Branco do Tacul, maciço do Monte Branco, Chamonix.

É uma evidente zona rochosa completamente identificável quando se chega via a Agulha do Midi.

TRIANGULO DO TACUL [contamine-grisolle]

O Triangulo do Tacul situa-se na face norte do Monte Branco do Tacul, maciço do Monte Branco, Chamonix.

É uma evidente zona rochosa completamente identificável quando se chega via a Agulha do Midi.

É uma via possível de se fazer num só dia saindo de Chamonix desde que tenhamos ritmo para ir de encontro ao horário. Nós optamos por a realizar desta forma. Isto apesar de uma avaria no teleférico da Agulha do Midi que fez que só estivéssemos na base cerca das 10h30 da manhã. Também devido ao mau tempo desse ano estávamos pouco aclimatados sendo esta a nossa primeira subida a esta altitude. O corpo sentia-se cansado e a nossa processão foi mais lenta do esperávamos pelo que acabamos por só regressar na ultima descida do teleférico. É uma via bastante variada, tanto com placas de neve continuas, como misto de gelo e rocha ou estreitos corredores.

MONTIHUERO [canal oeste]

O Pico de Montihuero situa-se na zona de Somiedo a uns 14 kms em linha recta a oeste de Peña Ubiña.

Como outros picos deste maciço, o Montihuero é um interessante, cume esquecido à sombra da procurada Peña Ubiña. O corredor Oeste é uma via relativamente curta e não muito difícil. No entanto é um miradouro muito bom para a zona de Somiedo.

PICO SAN CARLOS [corredor norte]

A aproximação começa na estação superior do teleférico de Fuente Dé seguinte o caminho que dá acesso ao interior do maciço e aos estradões do vale de Aliva. Se o seguirmos vamos chegar a uma curva apertada de onde se desvia para a Cabana Verónica. Nós seguimos o caminho em direcção às minas de Altaiz e ao Collado da Fuente Escondida. Aqui descemos um pouco a vertente para de seguida, e ganhando lentamente altitude, contornarmos a face norte da Torre de Altaiz e do San Carlos até atingirmos o cone de entrada do corredor norte.