TORRE UVE [corredor nordeste]

A Torre de Uve é o cume esquecido e que passa despercebido por estar à sombra do Espiguete. Ao contrário de outros corredores do Espiguete este corredor mantém-se em condições mesmo em anos mais secos. Tanto que é estranho que a primeira ascensão só tenha acontecido tão tardiamente.

PICO POLINOSA [face norte – canal central]

A zona de Mampodre é um pouco desconhecida para os portugueses e também para os espanhóis de um modo geral. Na sombra dos Picos da Europa toda esta linha de fronteira entre as Astúrias e Leon fica esquecida até aparecer a Peña Ubiña (que em outros tempos também “sofria” do mesmo mal). Para sair deste anonimato muito tem contribuído os novos responsaveis do Albergue de Maraña….

PEÑA UBIÑA [via elixir de la suerte]

A via Elixir de la Suerte em Peña Ubiña é uma das vias mais procuradas desta sua vertente de Leon. Percorre a parede de forma sinuosa procurando as diversas falhas e ligando campos de neve por diversos canais. A aproximação inicia-se em Torrebarrio, local onde podemos deixar o carro na praça principal (atenção onde estacionam, se o carro ficar a incomodar ele puxam-no para o lado com o tractor!) e subir o estradão de terra batida que segue até à Collada de Llandanay, na base do esporão oeste.

PICO TORRES [via normal invernal]

Situado na fronteira entre Castilla-Leon e as Asturias e a 2 km da estação de esqui de San Isidro o Pico torres é visível desde do colo que une as duas províncias.

ITINERÁRIO. Do estacionamento seguir uns 150 mts em direcção a Leon e na ponte sobre o rio Isoba (nem sempre visível no inverso por causa da neve) sair da estrada e seguir um caminho à esquerda (só visível quando não há neve). O caminho ao principio segue na direcção contraria ao Pico

CANCHAL DE LA CEJA – Serra Bejar [da plataforma travessia em ski montanha]

Pela sua proximidade com Gredos a Serra de Bejar é relativamente menos explorada e conhecida, a não ser pelas suas pistas de ski de La Covatilla.
É uma serra relativamente arredondada no seu cimo e bastante exposta aos ventos da meseta ibérica. Isto faz com que seja habitual encontrar em quase toda a sua ascensão o terreno coberto por gelo ou ter vento na sua parte