REDINHA [Zona de escalada Sra.da Estrela]

Redinha, ou Sra da Estrela como também é conhecida, é talvez uma das mais antigas zonas de escalada no centro de Portugal. Situada a meio caminho entre o Porto e Lisboa goza de uma localização privilegiada como um miradouro virado para o mar. As vias variam entre os 7 e os 20 metros e encontram-se espalhadas por uma franja de rocha com cerca de 400 metros de cumprimento. As vias variam entre o IIIº e o 8ª grau, sendo notoriamente uma zona de iniciação à escalada face ao numero de vias acessíveis.

SERRA ARGA [Zona de escalada Penice]

Esta zona de escalada situa-se no concelho de Caminha, a poucos quilómetros a sul da fronteira com Espanha. As primeiras vias de escalada registadas são dos finais dos anos 90, tendo sido bastante divulgada, por parte do Clube Celtas do Minho, após terem equipado os sectores Esfola e Escola no ano 2000.

S.MAMEDE – PÓVOA LANHOSO [Zona de Escalada]

Acessos e História

O melhor acesso a S.Mamede é sair de Braga em direcção a Povoa do Lanhoso pela estrada nacional N103 (Braga-Chaves).

SENHORA DO SALTO [Zona de Escalada]

A Senhora do Salto é uma zona de escalada desportiva e clássica situada perto de Paredes e Aguiar de Sousa, a 25 km do Porto.

É uma zona que nos diz muito dado que muitas das primeiras vias existentes (especialmente as de escalada clássica) foi aberta pelo nós ou em conjunto com outras  pessoas com quem habitualmente escalamos.

SERRA VALONGO – PORTO [Zona de Escalada]

Acessos e História

Esta serra fica a cerca de 25 km da cidade do Porto seguindo pela A4 em direcção a Vila Real. Valongo é talvez o local de Portugal onde se escala à mais tempo. Pelo que sabemos desde os anos 40 se percorram as fragas desta serra. Uma delas é a Fraga do Diabo, situada em frente à Fraga Lisa, e que hoje se encontra esquecida. Pela sua proximidade com o Porto foi local de treino para outros objectivos mas também zona de formação sendo nas fragas de Valongo que se iniciaram muitos dos escaladores desta zona.