CASCATA MISARELA [via belavista]

A via Belavista é uma via de vários lances, totalmente equipados, na zona da Cascata da Misarela, Serra da Freita.

Com grande ambiente, e por vezes bem aérea, é talvez uma das ultimas vias do legado que nos deixou o excelente escalador Sérgio Martins.

CASCATA MISARELA [via do monitor]

Esta via aproveita o início da via Testemunha (primeiro lance usado habitualmente como entrada na via Splash) para depois seguir pela aresta, lance comum com a Belavista, para logo seguir pela direita desta.

FRAGAS DA ERMIDA [via mirabilia regnum]

Localizada nas fragas que caem desde o cimo da serra do Marão esta via foi aberta em Agosto de 2012 por Rui Duarte.

Apesar de existir o conhecimento que outras vias já foram abertas nesta parede, esta foi a que acabou por ser mais divulgada, ficando as outras perdidas no tempo e na pouca divulgação.

REDINHA [Zona de escalada Sra.da Estrela]

Redinha, ou Sra da Estrela como também é conhecida, é talvez uma das mais antigas zonas de escalada no centro de Portugal. Situada a meio caminho entre o Porto e Lisboa goza de uma localização privilegiada como um miradouro virado para o mar. As vias variam entre os 7 e os 20 metros e encontram-se espalhadas por uma franja de rocha com cerca de 400 metros de cumprimento. As vias variam entre o IIIº e o 8ª grau, sendo notoriamente uma zona de iniciação à escalada face ao numero de vias acessíveis.

SERRA ARGA [Zona de escalada Penice]

Esta zona de escalada situa-se no concelho de Caminha, a poucos quilómetros a sul da fronteira com Espanha. As primeiras vias de escalada registadas são dos finais dos anos 90, tendo sido bastante divulgada, por parte do Clube Celtas do Minho, após terem equipado os sectores Esfola e Escola no ano 2000.