Montanha Leve

 

 

Alpes Franceses

 > Contamine-Grisolle

 > Contamine-Mazeaud

 > Contamine-Negri

 > Le Râteau Oeste - Aresta Oeste - Ecrins

 > Mont Gioberney - Ecrins

 

Alpes Suiça/Italia

 > Travessia Breithorn - Castor

 

Espanha

 > Pico Torres - Via normal

 > Pico Agujas - Corredores face NE

 > Pico Coriscao - Pelo Collado de Llesba em ski

 > Pico Tesorero - face oeste em ski

 > Canchal de La Ceja - Bejar - em ski

 > Pico Padierna - invernal por Canal S.Luis

 > Peña Fornos em ski - San Isidro

 > Torre Friero - corredor norte invernal

 > Peña Ubiña - Norte Clássica

 > Curavacas- Corredor Sul

 > Pico Murcia - Directa Norte

 > Pico Espiguete - Corredor Nordeste

 

 

 

PICO ESPIGUETE

[corredor nordeste]

O cume do Espiguete é uma dos principais da montanha palentina e o corredor nordeste uma das vias mais clássicas da zona. Podemos dividir a ascensão em duas partes. Uma, a subida até ao inicio da via por uma pala de neve e com cerca de 600 metros de desnível, e outra, a via propriamente, com cerca de 400 metros.
Saimos para numa zona conhecida como Pinollano, mais ou menos a meio da estrada que liga Cardaño de Abajo a Cardaño de Arriba.
Daqui seguimos pelo estradão de terra batida que segue o Arroyo de Mazobres onde se situa a cascata com o mesmo nome. Depois de andarmos cerca de 1 km desviamos à esquerda para o Refugio del Mazobre. Este refugio é aberto e pode bivaque e ponto de saida. Daqui já podemos ver todo o circulo Nordeste e o inicio do corredor.
Subimos pela pala de neve de pouca inclinação para atingir um muro de rocha com uma característica "cueva". À sua esquerda sai um canal estreito com cerca de 50/60 metros.
A via segue agora com tendência para a direita. é possivel encontrar mais dificuldade se seguirmos nos corredores mais estreitos que encontramos à nossa esquerda antes de atingirmos a aresta situada no cimo desta pala. Continuamos pela aresta para alcançar uma especie de canal / diedro que nos deixa no cimo do cume Este do Espiguete.
Daqui seguimos pela aresta, onde ainda podemos encontrar alguns passos mais expostos, e passamos pelo colo onde é possivel descer para a face sul ou para o corredor norte. Daqui chegamos ao cume principal.

Espiguete Nordeste

Para descer regressamos ao colo e iniciamos a descida pelo corredor norte. No inicio podemos inclinações até 45º mas a seguir o canal torna-se menos inclinado. No entanto é também no inicio onde podemos encontrar algumas placas de gelo que nos podem exigir mais atenção ou fazer-nos optar por outra descida.
A face desta via também é bastante sujeita a avalanches (tem parte do percurso no intervalo perigoso dos 30-45º) pelo que é preciso ter cuidado se existe acumulação de neve.
Depois de descer todo o corredor norte chegamos novamente ao estradão e resta-nos segui-lo até ao parque de estacionamento.
Caso não seja possivel descer pelo corredor norte temos duas possibilidades: descer pela via normal que decorre pela face sul e contornar todo o maciço (longo e facil de nos perdermos se não conhecemos o caminho) ou fazer toda a aresta Este até à estrada que liga a Cardaño de Arriba (aqui é necessario ter em atenção alguns poços bastante profundos que existem mesmo na aresta e onde podemos cair especialmente por estarem cobertos de neve).


 

 

 

 

FOTOS DO PERCURSO

PERCURSO NO MAPA

MAPA EM 3D

FICHEIROS GPS

TEXTO EM PDF

 

 

Horário

2h até à base

3/5h para a via

2 horas descida

Extensão

400 mts

Desnivel Acumulado

Positivo - 1100 mts

Negativo - 1100 mts

Dificuldade

III/2 (max.60º)