PEÑA UBIÑA [norte clássica]

Trata-se de via mais percorrida da face norte, e uma das mais procuradas da Peña Ubiña. As suas maiores dificuldades concentram-se nos primeiros 3/4 lances sendo no entanto bastante continua até ao final. É nos lances iniciais que encontramos o passo chave da via localizado num pequeno corredor diagonal onde é difícil proteger na rocha. Aqui pode útil uns pitões de gelo, se as condições os permitirem, ou umas estacas de neve.

S.MAMEDE – PÓVOA LANHOSO [Zona de Escalada]

Acessos e História

O melhor acesso a S.Mamede é sair de Braga em direcção a Povoa do Lanhoso pela estrada nacional N103 (Braga-Chaves).

Os três grandes

Tal como mencionei anteriormente os itens que mais influenciam no peso que transportamos são: a mochila, o saco-cama e a tenda. Ao reduzir nestes três itens vamos notar logo uma diferença no peso total da mochila.
Apesar de ser possível reduzir mais, um bom ponto de partida será tentar que cada um deles não pese mais do que 1,3 kg. Ou seja que o total não ultrapasse os cerca de 4kg. Se um deles é mais pesado algum dos outros terá que compensar.

É possível ir mais leve!

Muitos montanheiros andam com peso a mais nas suas mochilas para suas as necessidades. Isto irá fazer com que andam mais lentos. Andando mais lento vão necessitar de mais tempo para fazer o mesmo percurso. Demorando mais tempo no percurso vão necessitar de mais comida o que os leva a ter ainda mais peso.

SENHORA DO SALTO [Zona de Escalada]

A Senhora do Salto é uma zona de escalada desportiva e clássica situada perto de Paredes e Aguiar de Sousa, a 25 km do Porto.

É uma zona que nos diz muito dado que muitas das primeiras vias existentes (especialmente as de escalada clássica) foi aberta pelo nós ou em conjunto com outras  pessoas com quem habitualmente escalamos.