SERRA PENEDA [GR Travessia Serra da Peneda e Soajo]


Descrição GPS Folheto

Este é o maior percurso existente (enquanto não oficialmente inaugurado do GR 50 com os seus 200 kms) dentro da área do parque, apesar de uma parte seguir fora dos seus limites.

De forma bastante natural liga varias locais sendo talvez um dos melhores percursos dentro da área do parque.

Apesar de no folheto de divulgação ser sugerido fazê-lo em quatro dias é perfeitamente possível fazê-lo em três. E de todo aconselhável em total autonomia.

SERRA PENEDA [Trilho do Ramiscal]

Trata-se de um pequeno trilho que usa os antigos caminhos de ligação entre as povoações de Vilela Seca, Lordelo e a branda do Rodrigo. Esta branda esta localizada tão próximo de Lordelo que quase parece pertence-lhe.

Este trilho, em Julho de 2019, está extremamente mal marcado, essencialmente na sua parte inicial. Dado que se verifica uma limpeza dos matos na zona mais alta do mesmo esperamos que esteja para breve a sua recuperação.

Dado estar localizado um pouco fora dos sítios habituais este trilho fica um pouco esquecido em relação a outros em áreas mais visitadas, como Soajo ou Mezio.

SERRA PENEDA [Trilho do Ramil]

Trata-se de um pequeníssimo trilho que visita a serra do Soajo desde a povoação de Cunhas.

Devido ao grande incêndio de afectou esta área este percurso está completamente exposto ao sol, muito diferente da cobertura de floresta existente quando o trilho foi marcado.

Ele inicia no parque de estacionamento existente junto ao cemitério de Cunhas, onde encontramos a placa de início do percurso. Seguimos a estrada até à zona mais central da povoação para seguirmos por um caminho empedrado que sobe em direcção à serra.

SERRA PENEDA [Trilho Caminhos Pão, Caminhos Fé]

Este trilho, ou melhor estes dois trilhos se assim quisermos, seguem antigos caminhos de acesso aos campos em volta da vila do Soajo e de romagem de peregrinos para os vários destinos religiosos a norte: Sra. Peneda, S. Bento Cando, Santiago Compostela….

Se unirmos os dois percursos temos uma volta em oito com cerca de 10.3 quilómetros. Se os fizermos separados temos um percurso longo com 5.4 kms e um curto com 4.9 kms. De uma forma geral os trilhos (em 2019) estava bem marcado sendo que a partes que levantam mais dúvidas são logo à volta do Soajo

SERRA AMARELA [Trilho Penedo Encanto]

Apesar de ser um trilho próximo de vários acessos este trilho estava, em Março de 2019, com a sinalização bastante degradada e com vários locais onde ela nem sequer existe. Se juntarmos isso a que ela, em vários locais, partilha ou cruza com o “Trilho dos Moinhos de Parada” a situação ainda fica mais confusa.

Não se percebe bem o porquê terem marcado dois trilhos num espaço tão concentrado, e onde um único seria mais lógico e simples. Para quem só segue as marcas, e não olha para o percurso marcado num mapa, não será difícil seguir o percurso errado. Pelo menos neste momento e no estado em estão neste momento as marcações.