PEÑA DEL PRADO [Via Lago de Luna]

20 Março, 2018 at 10:28

Peñas del Prado situa-se próxima do conhecido maciço de Peña Ubiña. É uma parede com vias de nível médio a elevado com um excelente ambiente. A via que fizemos tem uma aproximação relativamente curta (cerca de 30 minutos) e é uma clássica na zona. As reuniões da parte inferior da via estão equipadas com parabolts o que permite rapellar caso as condições não sejam as melhores… A via tem rocha de boa qualidade e aderência, e permite boas protecções, sendo a zona pior o lance do canal/diedro existente quase no final.

Para nos aproximarmos à parede deixamos o carro perto do km17 da estrada que segue para Cubillas de Arbás, numa pequena zona de estacionamento mesmo em frente às paredes. Daí seguimos em direcção a oeste para a Collada de Aralla. Ao chegar ao colo conseguimos identifica-mos logo o inicio da via que alcançamos depois de passar um pequeno esporão.

Lance 1: a via inicia num socalco que dá acesso a um diedro que subimos até atingir a cómoda plataforma da primeira reunião equipada com dois parabolts.

Lance 2: saímos da reunião para continuar por uma placa fissurada (dois pitões velhos) e que dá acesso a um evidente diedro à esquerda. A segurança dos pitões pode-se reforçar facilmente com outro material. Encontramos a terceira reunião no cimo do diedro à esquerda também equipada com dois parabolts numa cómoda plataforma. .

Vista da parede do estacionamento

Lance 3: da reunião saímos à direita para passar um pequeno ressalte que dá acesso a uma estreita vira descendente que vai alargando. Passamos a reunião de outra via (Sin Aspiraciones a nada) e seguimos até encontrar duas plataformas na base de um diedro. Na primeira temos uma ponte de rocha onde podemos montar a reunião reforçando com friends grandes.

Lance 4: seguimos a direito por diedro de escalada simples mas nem sempre evidente com rocha medíocre no inicio e melhor na parte superior. A meio encontraremos um pitão. Atenção ao cumprimento da corda. Necessário pelo menos 60 metros ou então é necessário montar a reunião mais alta. Reunião com dois parabolts em plataforma confortável.

Diedro do 2º lance

Lance 5: neste lance encontramos o lance mais difícil da via. Saímos à direita da reunião subindo um dulfer protegido por um pitão seguido umas placas no cimo das quais montamos a reunião com pontes de rocha.

Lance 6: o largo seguinte sobe por um diedro até a uma ponte de rocha (onde também poderíamos montar a reunião e ganhar alguns metros) para seguir entrarmos num diedro mais sujo e com ervas. No seu cimo encontramos um terreno mais fácil à esquerda que nos leva ao cume. Reunião em material.

Para descer temos varias hipóteses sendo que mais próxima é o espectacular rappel suspenso durante cerca de 40 metros. Para o alcançarmos teremos que andar uns minutos para Este em direcção a um bloco que vemos do cimo da via. No fim da parte suspensa faremos um ligeiro pêndulo para o canal à direita até atingirmos os 60 metros de corda e chegarmos a umas plataformas que descemos a andar até à base da via. Aconselho a ir descendo a puxar a corda do rappel de forma a afastar o máximo possível da parede.
.


Croqui