PICO TORRES [via normal invernal]

8 Setembro, 2017 at 11:20

Situado na fronteira entre Castilla-Leon e as Asturias e a 2 km da estação de esqui de San Isidro o Pico torres é visível desde do colo que une as duas províncias.

ITINERÁRIO. Do estacionamento seguir uns 150 mts em direcção a Leon e na ponte sobre o rio Isoba (nem sempre visível no inverso por causa da neve) sair da estrada e seguir um caminho à esquerda (só visível quando não há neve). O caminho ao principio segue na direcção contraria ao Pico Torres seguindo o rio. O caminho é cómodo e vai ganhando altura lentamente. Em dias limpos é visível toda a aproximação e o Pico Torres a sua face sul com algumas vias de escalada clássica. Quando há boas condições de neve é possível fazer várias variantes.

A aproximação leva-nos até ao inicio do largo corredor de subida. No cimo deste é possível encontrar com frequência uma cornija que poderá dar mais alguma dificuldade na passagem para atingir um evidente colo. Daí seguiremos até aos blocos cimeiros, que contornaremos na sua maioria pela direita, até atingirmos o cimo onde encontramos um marco geodésico. No inverno, e por efeito da neve, o espaço disponível poderá não ser muito largo dando um aspecto aéreo ao local.

A descida é feita pelo mesmo caminho. Toda a zona de aproximação à base do Picos Torres é caracterizada por um terreno de pequenas colinas. Nos dias em que o tempo não seja claro ou exista nevoeiro é possível que nos percamos na aproximação.

A descida em esqui desde a base do corredor até à estrada é bastante agradável e acessível.

Nós efectuamos esta subida durante um fim de semana de Janeiro de 2006 com umas condições meteorológicas óptimas e uma neve perfeita para o esqui. Apesar de haverem algumas nuvens não fazia vento e manteve-se uma temperatura ideal para manter o esforço da subida. Além de nós os dois acompanharam-nos o David Moutinho e o Luís Poeira.


Croqui Mapa GPS