TRIANGULO DO TACUL [contamine-negri]

24 Maio, 2018 at 22:06

O Triangulo do Tacul situa-se na face norte do Monte Branco do Tacul, maciço do Monte Branco, Chamonix.

É uma evidente zona rochosa completamente identificável quando se chega via a Agulha do Midi .

Apesar de se considerar uma via do Triangulo do Tacul esta via praticamente só toca neste duas ou três vezes. É a primeira que passa nos seracs que descem do cimo do Monte Branco do Tacul.

Foi uma via que fiz sem planear. O projecto inicial era um estreito corredor bem mais à direita mas os meus parceiros da altura estavam muito cansados dos dias anteriores pelo que acabei por fazer a via em solo. Sem ter que fazer lances nem reuniões acabei por fazer um tempo fora do habitual: desde que saí da tenda, onde estávamos no Vallé Blanche, até regressar a esta fiz umas três horas.

Aproximação – Evidente a partir da Agulha do Midi (estação superior do teleférico) ou do refugio das Cosmiques

Descrição – É uma via essencialmente glaciar e que inicia do lado esquerdo do triângulo. Depois de passar a rimaya atingir o “corredor” entre a zona rochosa à direita e o glaciar suspenso à esquerda.
Contornar pela esquerda o ilhote de rocha característico para subirmos directamente pelo “corredor”. No seu cimo a pendente de gelo tornar mais vertical. Continuar até atingir o cimo do triângulo.

Subir pela aresta, em terreno misto, até atingir o cimo do triângulo

Descida – Existem duas soluções.
Ou queremos fazer o cume do Monte Branco do Tacul, e ai subimos pela aresta tendo atenção às possíveis cornijas que se costumam formar. Do cimo do Tacul descemos pela via normal para atingir o mesmo caminho que seguimos para a base.
Ou cortamos na diagonal do cimo do triângulo para meio da descida da via normal. Esta descida, apesar de mais rápida, nem todos os anos é possível de realizar. De qualquer forma é uma descida que obriga a mais atenção aos seracs desta face e por vezes a procurar caminho no meio das rimayas.

.


Croqui