REGUENGO DO FETAL [malhadouro]


Croqui

A zona de escalada do Reguengo do Fetal é um conhecido local de escalada em Portugal, e também uma das áreas de escalada desportiva mais antigas. Apesar de ter conhecimento que os primeiros pontos colocados remontam a meados dos anos 80, vias equipadas pelo Zé Carlos (de Lisboa) e por elementos do NEL (Nucleo Espeleogia de Leiria),  os primeiros registos escritos que sei existirem são de 1998/99 através de um pequeno guia  criado pela mão de Jorge Portugal e de Alexandre Rebelo. (uns dos principais equipadores e divulgadores deste local durante esses anos e que ainda hoje mantém actividade).

Seguiram-se uns anos em que o clube Pé-no-Trilho (entretanto “adormecido”) realizou vários encontros de escalada com o consequente equipamento de mais vias. Estes encontros – que decorreram em 2002, 2004 e 2005 – aumentaram a divulgação da zona e por consequência a sua procura.

Após este período, e com a abertura de outros locais na zona centro, o Reguengo do Fetal “caiu” um pouco no esquecimento.

 

Mais recentemente, e através das novas gerações da zona, voltou a ter mais procura. De qualquer forma as vias existentes estão longe de esgotar o potencial da zona. Vias longas, vias mais curtas, oitavos graus, quartos graus, aqui podemos encontrar de tudo.

Podemos dizer que esta zona de escalada é constituída por duas áreas principais. As paredes à esquerda do estradão que atravessa o vale, viradas a sul e por consequentemente mais quentes, e as paredes direita do estradão, na sua maioria com orientação a norte e mais frescas. É no entanto um local quente, especialmente no verão, mas abrigado durante os meses de inverno.

 

 

ACESSO


Reguengo do Fetal fica entre a Batalha e Fátima. Saindo da auto-estrada Lisboa Porto devemos sair nas portagens para Fátima, seguindo depois as indicações para a Batalha. Na indicação para o Reguengo do Fetal continuamos até ao centro da povoação. Aqui podemos encontrar uma fonte e vários locais para nos abastecermos assim como cafés e uma pastelaria.

Do centro seguimos a indicações para o cemitério e do Santuário da Nª. Sra. do Fetal. Continuamos até encontrar uma estrada de terra que nos deixará nas paredes. Existem alguns locais para estacionar próximo das paredes mas são limitados.Daqui saem vários trilhos que nos levam a cada um dos sectores.

 

Informações

Água é possível encontrar água no largo do centro de Reguengo e também próximo do santuário

Dormida no largo junto ao santuário é possível passar a noite em van ou auto-caravana. A nossa experiência com a população é excelente sendo bastante prestáveis. Aconselhamos a ter o melhor comportamento possível de forma que este relacionamento com os escaladores se mantenha.

Rocha Calcário

SRA.LAPAS [tomar]


Croqui

 

Esta caricata zona de escalada é um excelente local para quando está calor e queremos escalar na área de Tomar.

Situado nas margens do rio Nabão, e perto da capela da Nossa Senhora das Lapas, usufrui da muita sombra criada pelas árvores existentes, assim do fresco devido ao rio. O desgaste que esteefectuou deu origem a um pequeno canhão onde, em conjunto com as árvores, o sol tem dificuldade em entrar. Por outro lado toda essa cobertura vegetal trás um problema no inverno. Por toda a vegetação, musgo e escorrências existentes é fácil perceber que este local é bastante húmido no tempo chuvoso. Por outro lado isso tornou a rocha macia e sem muitos cantos.

No verão é um local óptimo para alternar umas vias com uns mergulhos em alguma das praias, por vezes bastante procuradas nessa altura do ano.

Em 2021, e junto à capela, existia uma casa de banho aberta o que ajuda a manter a área limpa. Façam os possíveis por também manter esta facilidade na melhor das condições.

 

 

 

Acesso

Da povoação de Póvoa seguimos por um dois acessos possíveis. Ambos iniciam nas ruas de Póvoa para depois continuar por estradões de terra batida que terminam na capela da Nª Sra. das Lapas. Estes estradões

Quase todos os sectores situam-se na margem esquerda do rio. Somente o sector “Porta do Sol” está na margem direita do rio. Existem também umas novas vias junto a este sector, ainda não mencionadas nos croquis, que se situam entre o 4+/5+.

Para aceder-mos aos sectores continuamos pelo caminho que sai do fundo do local de estacionamento e acompanha o rio até uma ponte de madeira que nos permite atravessar para a outra margem. Nesta zona encontramos vários locais onde podemos dar um mergulho. Continuamos agora em frente, mas com tendência ligeiramente sobre a direita, procurando uma zona de trepe que dá acesso à base das vias do sector “Rocha Prometida” .  Daí só temos que seguir o evidente caminho que liga os diversos sectores.

 

 

Informações

Água é possível encontrar água junto à capela

Dormida na área da capela é possível estacionar uma van e passar a noite. Também existe uma área coberta onde nos pareceu possível bivacar. Acampar e montar a tenda não é a melhor opção

Rocha Calcário algo macio e por vezes coberto com calcite ou musgo

MIRADOURO E CRISTA ZEBRO [oleiros]


Croqui

A zona de escalada do miradouro do Zebro e da Crista do Zebro situam-se próximo da vila de Oleiros (a cerca de 20 minutos de carro). Em ambas as zonas a rocha é o duro quartzito, que por vezes é bastante destruidor para as pontas dos dedos.

Ambas as zonas são muito próximas pelo que é possível visitar as duas no mesmo dia. Dada a sua localização não são locais aconselhados para visitar no verão ou períodos de temperaturas muito altas.

Enquanto o sector do Miradouro do Zebro tem paredes com diversas orientações, permitindo procurar vias mais frescas, a Crista do Zebro tem unicamente orientação a oeste o que faz com que só tenha sombra durante a manhã.

PENEDO LASTRÃO [pedorido | castelo paiva]


Croqui

Esta zona de escalada situa-se muito próximo de Castelo de Paiva e do rio Douro, tendo excelentes vista para o rio. Trata-se de um projecto idealizado inicialmente pelo João Pedro Dias, a que se juntou o Núcleo de Montanha de Espinho com o apoio do Centro Sol Nascente e do Município de Castelo de Paiva.

Após vários meses de limpeza e preparação, em Junho de 2021 são inauguradas as onze primeiras vias do Penedo Lastrão.

As paredes estão orientadas a nordeste recebendo bastante sol durante a manhã e sombra a partir das 14/15 horas da tarde. No entanto situa-se na bacia do Douro pelo que é, por natureza, um local quente no verão.

CASTELO DA NÓBREGA [via da placa]


Descarregar Croqui

Uma via simples, equipada (atenção ao estado do equipamento) e de aproximação curta numa parede com mais possibilidades. Não é parede para quem gosta de dificuldade mas para ocupar uma manhã e regalar os olhos com as excelentes vistas. Em dias quentes de verão, e apesar de virada a norte, é bastante exposta ao sol.

Acesso

Para quem venha de Braga será melhor seguir pela estrada N101 até à povoação de Portela de Vade desviamos. Caso se venha do Porto é mais aconselhável seguir pela A3 e depois IC28 até Ponte da Barca onde seguiremos pela N101. Apesar de demorar um pouco mais e ser mais longo reduzimos o número de curvas até ao Castelo da Nóbrega.

A via

Dois lances com algum espaçamento entre pontos e escalada de placa. No segundo lance é possível fazê-lo até ao caminho que dá acesso ao cimo.

Descida

À direita da via encontramos um caminho com umas protecções laterais em madeira. Este caminho permite o acesso ao cimo e descida novamente ao carro.

Existem mais vias na área circundante e que podem ser consultadas em climbingportugal.blogspot.com.